Trabalhar e estudar no exterior? Descubra o Au Pair

Conheça essa modalidade de intercâmbio que permite que você estude e trabalhe nos EUA

0
343

Entre as muitas oportunidades que você tem de fazer intercâmbio no exterior, os Estados Unidos são provavelmente o país que mais oferece oportunidades em cidades distintas. Com dimensões continentais, você pode escolher entre a Costa Leste, a Costa Oeste ou algum outro estado do eixo central e em cada um deles terá uma experiência única.

Contudo, um dos pontos que pesa contra a ideia de fazer intercâmbio por lá é o fato de que é um pouco mais difícil conseguir um visto que permita trabalhar e estudar durante o intercâmbio. No entanto, isso não quer dizer que essa modalidade não exista e que os brasileiros não possam recorrer a ela.

Nesse caso, falamos do Au Pair, uma modalidade de intercâmbio que permite que você trabalhe em casas de família como babá, cuidando dos filhos delas, durante parte do dia enquanto tem a oportunidade de estudar e se aperfeiçoar um novo idioma.

Um dos grandes diferenciais é o fato que você passa a morar durante um determinado período em uma casa de família, ou seja, trata-se de uma imersão cultural sem igual e que vai permitir a você conhecer de verdade como os norte-americanos vivem. Vamos conhecer um pouco mais sobre essa modalidade?

O que é o programa Au Pair?

O termo Au Pair tem origem francesa e significa “ao par” ou “igual”. O Au Pair é um programa de trabalho remunerado que inclui estudo e intercâmbio cultural nos Estados Unidos. Com duração mínima de um ano, você poderá vivenciar e participar ativamente da vida dos norte-americanos cuidando de crianças.

O programa é regulamentado pelo governo dos EUA e é oferecido apenas a candidatas do sexo feminino. Dessa forma, garante-se colocações de maneira mais rápida e as famílias sentem-se mais confortáveis em receber meninas para esse tipo de atividade.

O intercâmbio via Au Pair inclui acomodação e refeições, bolsa de estudos, férias remuneradas e assistência médica internacional. Também faz parte do programa um workshop em Nova York na primeira semana, para aprender sobre a cultura americana e cuidados específicos infantis, além é claro de passagens de ida e volta.

Quais são os pré-requisitos para participar do programa Au Pair?

Infelizmente a modalidade Au Pair não é aberta para todas as pessoas. É preciso atender a alguns pré-requisitos antes de se inscrever no programa. Se você se enquadra em todos os itens da lista abaixo, então é hora de começar a planejar a sua temporada de intercâmbio nessa modalidade. Você obrigatoriamente deve:

  • Gostar de crianças: afinal, seu trabalho será cuidar delas durante um ano.
  • Ser do sexo feminino: isso facilita a sua colocação em uma casa de família nos EUA.
  • Ter o Ensino Médio completo: trata-se de uma forma de garantir que você tenha um nível básico de conhecimento.
  • Ter entre 18 e 26 anos: o programa é voltado mais para jovens que estejam em busca de uma oportunidade de intercâmbio como essa.
  • Ter inglês intermediário: ao chegar nos EUA você vai entrar na rotina de uma família e, por conta disso, espera-se que você tenha condições mínimas para uma boa comunicação.
  • Possuir experiência comprovada de, no mínimo, 300 horas com crianças (que não sejam familiares).
  • Ter disponibilidade de permanência de 12 meses nos EUA.
  • Ter carteira de habilitação e saber dirigir.
  • Ser solteira e sem filhos.

Tenha todas as informações que você precisa antes de embarcar

Para que você possa se sentir ainda mais segura durante a sua estadia nos Estados Unidos, é fundamental que você tire todas as suas dúvidas sobre a família que vai recebê-lo antes mesmo de embarcar. Por isso, na primeira entrevista, faça todas as perguntas que você tiver em mente de forma a ter certeza de que há uma certa afinidade.

Depois, em uma segunda entrevista, mergulhe em outros detalhes sobre a família. Algumas, por exemplo, podem emprestar o carro para você caso seja necessário. Outras podem querer que você viaje com elas pelo país ao longo do ano cuidando das crianças. Sendo assim, é importante checar essas informações para que tudo seja do seu agrado.

Por fim, tenha em mente que o mais importante no final das contas é que você se sinta bem, Dessa forma, escolha uma família que tenha um perfil com o qual você se identifique. É mais interessante se cercar de pessoas com as quais você se familiariza do que escolher o local do Au Pair por conta da cidade em que a família mora, por exemplo.

Você terá suporte no exterior

Todos os intercambistas Au Pair que embarcam para o exterior não deixam de receber suporte durante o período em que estiverem por lá. Seu principal contato nos EUA será o Area Director, um responsável por acompanhar todo o seu programa. Você terá um endereço e um telefone de contato para tirar suas dúvidas sempre que precisar.

Esses profissionais são especializados em atender aqueles que vão para os programas de intercâmbio nos Estados Unidos. Outras dúvidas, como dicas sobre a região, cursos e informações relativas à legislação local também podem ser obtidas diretamente com essa pessoa.

Antes que a sua experiência chegue ao final há ainda um outro benefício: férias. Ao final do programa você terá alguns dias livre para fazer o que bem entender. Você poderá aproveitar para conhecer outras cidades ou mesmo explorar ainda mais a região em que você morou nos últimos meses.

Ou seja, esse é um programa que reúne todos os elementos para que a sua estadia de intercâmbio nos Estados Unidos seja uma experiência completamente inesquecível.