Em um mercado competitivo, com cada vez mais novos protagonistas fazendo uso de recentes tecnologias, os agentes de viagens precisam garantir que suas operações sejam as mais eficientes e os tempos de resposta os menores possíveis para seus viajantes. Ter um controle de qualidade eficaz e reduzir o número de ADMs é vital para manter a rentabilidade da agência.

O Productivity Suite, o mais novo módulo de funcionalidades para os clientes do Amadeus do Selling Platform Connect, é composto por quatro ferramentas que, através da análise de dados da reserva em andamento, ajudam no desempenho dos agentes de viagem:

  • Smart Flows: é programada para ajudar os profissionais a completar tarefas repetitivas ou complexas de forma mais eficiente
  • File Finishing: insere no PNR elementos mandatórios, definidos pela agencia, no momento da emissão do bilhete
  • Smart Triggers: cria regras personalizadas desencadeadas por comandos padrão ou personalizados ao longo do fluxo de reserva
  • Quality Monitor: verifica elementos do arquivo de reservas para garantir a adesão aos processos da agência de viagens e evitar erros

Com seu lançamento, o Quality Monitor se torna a principal ferramenta de controle de qualidade e redução de ADMs do mercado de viagens. Ele emite avisos que ajudam os agentes a acompanhar o progresso de suas reservas e a aplicar correções manuais ou automáticas das informações inseridas, tudo em tempo real. Essas regras são definidas pelo administrador da agência, que pode também programar para que a reserva seja bloqueada automaticamente caso os parâmetros estabelecidos não sejam cumpridos.

“O resultado é um serviço com qualidade de acordo com os mais altos padrões, diminuição do número de ADMs, aumento da eficiência e da produção dos agentes de viagens e, consequentemente, crescimento do lucro líquido da empresa”, explica o diretor de Marketing e Produtos da Amadeus na América Latina, André Shirai Vieira.

O Productivity Suite possui flexibilidade para se adaptar à estrutura única de cada agência, independentemente da complexidade de sua operação. “Em toda a indústria de viagens, a inovação e a disrupção estão ocorrendo muito rapidamente, e as agências de viagens devem se adaptar a esse mundo que cobra agilidade, mas não aceita perder a qualidade. Isso significa ajustar estratégias e operações para melhor atender às demandas dos viajantes de hoje e do amanhã. O Productivity Suite permite que as agências aprimorem seus processos comerciais e reforcem sua posição em um mercado competitivo”, completa André Shirai Vieira.

Além de estabelecer um controle de qualidade na medida desejada pela gerência, a agência também pode programar o Productivity Suite para lembrar ao agente de oportunidades de venda de hotéis e carros em um pedido inicial por aéreo, o que impacta na receita total gerada por cada viajante