Agente de viagens: qual é o seu jogo?

0
697
Bruno Talevi - CEO Jooce Box

Existem 03 diferentes jogos que um agente de viagens pode jogar: o jogo da média; o bom jogo e o jogo da excelência.

Muitos agentes de viagens acreditam que o seu atendimento pode ser considerado acabado quando o cliente assina o cheque a faz a compra, este é o jogo da média.

Tem muito profissional neste grupo, o que é uma pena. Além de agredir suas próprias carreiras, profissionais que contribuem para a existência deste grupo fazem com que a imagem do agente de viagens seja prejudicada no mercado consumidor.

Fico extremamente feliz quando conheço um bom agente de viagens que vai além e encara a coisa sob a seguinte perspectiva: o atendimento de um agente de viagens só termina quando o cliente volta para casa.

Este profissional já está jogando um jogo diferente: o jogo do atendimento de ponta, o jogo de quem se importa com o sucesso do cliente e não apenas com o sucesso da venda, o jogo de quem sabe que aquele cliente não compra somente uma vez e ainda tem amigos, para os quais indicam seus serviços: este é o bom jogo.

Mas eu diria que hoje isso já não é o bastante, podemos e devemos ir ainda mais além, elevar o nível do bom jogo para a excelência.

O jogo da excelência

Durante esta primeira semana de 2017, lançamos no CRM JooceBox uma nova ferramenta que chamou a atenção de muitos agentes: os lembretes personalizados.

Em um e-mail comunicando a novidade, recebi esta resposta de uma agente: “Exatamente o que precisamos para preencher as nossas falhas na empresa, onde eu falo sobre os Lembretes personalizados e Follow-up de atendimentos. Isso é de uma extrema necessidade, tenho na minha cabeça que a venda só termina quando o cliente chega em casa de volta, e está ali esperando minha ligação para um próximo embarque”. 

Percebe? Ela já está jogando o jogo da excelência.

É indescritível a satisfação que sinto quando conheço um profissional que já entendeu como o mercado está agressivo e que é preciso ir além.

No JooceBox acreditamos que o agente de viagens de ponta – aquele que ainda existirá daqui a 100 anos –  está por perto de seus clientes não apenas durante a fase de compras e viagens.

O agente de viagens nível pró é aquele que acompanha sua carteira de perto e está em contato com os clientes o ano todo: seja enviando conteúdos de viagem interessantes de seu blog, procurando pelos clientes quando seus passaportes, vistos e milhas estão próximos de expirar, em seus aniversários de casamento, quando períodos em que saem de férias se aproximam e por aí vai.

Este agente de viagens está sempre por perto, ajudando o cliente quando ele precisa de uma consultoria na renovação de documentos, oferecendo experiências sob medida quando estão próximos de um período importante em suas vidas ou de suas férias, surpreendendo-os sem compromisso através de conteúdos de valor.

Pensa bem: tem como esquecer um agente de viagens assim?

Outra coisa que me deixa muito feliz e extremamente orgulhoso é perceber que o trabalho que temos feito no JooceBox ecoa nos melhores profissionais, que aquele agente de viagens que idealizamos e acreditamos existe, ele estava apenas esperando uma maneira de entregar o valor que queria e agora consegue porque existimos, porque nossa tecnologia facilita suas vidas e torna este nível avançado de relacionamento algo simples, fácil, dinâmico.

Abrimos atendimentos automáticos para o agente de viagens sempre que um cliente está próximo do embarque, quando está em viagem e quando retorna dela, ajudando os agentes a jamais se esquecer de alguém nestes momentos importantes de suas experiências.

Abrimos lembretes avisando o agente quais clientes estão próximos de suas próximas férias, de seus aniversários, vencimentos de passaporte e os ajudamos a aparecer sempre na hora certa.

Nossa ferramenta de follow-up ajuda o agente organizar todos os processos de vendas em aberto, assim eles jamais se esquecem de dar um retorno para seus clientes, de acompanhar os processos, de não deixar uma venda passar batida por esquecimento ou correria.

Assim, de função em função, ajudamos o agente de viagens a se fazer presente durante processos de compra de seus clientes, durante suas experiências de viagens e mesmo quando estão naquela janela de tempo entre suas últimas e próximas férias.

Através disso tudo é que cumprimos nossa missão de aproximar o agente de viagens de seus clientes, torna-lo mais valioso aos seus olhos, de incontestavelmente fazer o cliente perceber que internet não tem nada a ver, que OTA é outra coisa.

Gosto de pensar que ajudamos o mercado a elevar o jogo ao nível de excelência, de que estamos no caminho certo para cumprir a missão de transformar o agente de viagens na melhor opção para o turista moderno.

Confesso que a alguns meses atrás eu estava morrendo de medo de nenhum agente pensar como nós: nestes casos é muito bom estar errado.

Tenha em mente que os 03 jogos que um agente pode jogar funcionam assim:

Jogo da média: Agente está presente no processo de compra.

O bom jogo: Agente está presente no processo de compra e na jornada de viagem.

O jogo da excelência: Agente está presente no processo de compra, na jornada de viagem e na janela entre a última e as próximas viagens de seus clientes.

E então, qual é o jogo que você está jogando?

Espero ter conseguido gerar em você, agente de viagens, o desejo de elevar o seu próprio jogo ao nível da excelência.

Precisa de inspiração? Veja este vídeo:

Vamos juntos e até o próximo artigo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui