Brasileiro acidentalmente destrói estátua de mais de 300 anos em Portugal

Ele tentou tirar uma selfie que acabou custando muito caro.

0
802

Se está difícil para você imagina a vida de um turista brasileiro que destruiu uma estátua de madeira do Museu Nacional de Arte Antiga de Lisboa, Portugal, neste domingo. Ele se preparava para para tirar uma selfie e não viu que ia de encontro com uma imagem de São Miguel Arcanjo, que caiu e se partiu em pedaços. A estátua barroca dos séculos XVI e XVIII tem “ou tinha” ao menos 300 anos.

Segundo informações do jornal português Diário de Notícias, um segurança do museu teria avisado ao turista para não recuar mais, mas este não o ouviu a tempo. Uma primeira avaliação revelou que os danos à estatua são reversíveis, mas um estudo aprofundado do caso será instaurado pelo Museu, que pode escolher outro lugar para expor a peça depois de restaurada. A sala do acidente está fechada, mas deve ser reaberta nesta terça.

Não há, por enquanto, informações sobre como ficou a situação do brasileiro, se ficou por isso mesmo ou se, de alguma forma, ele foi punido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui