Um caso que mais parece uma trama do filme, onde duas crianças de cinco anos foram colocadas nos voos errados para Boston e New York City.

Uma das crianças, que deveria retornar à sua família em Nova York em um voo partindo da República Dominicana, foi erroneamente colocada no voo para Boston, de acordo com o New York Daily News.

Maribel Martinez estava à espera de seu filho no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, quando a equipe da JetBlue entregou um menino diferente. Imagine só a surpresa e terror de todos quando ela lhes disse: “Este não é o meu filho”

“Eu estava ficando maluca”, disse Martinez ao jornal Daily News . “Eu não sabia se ele estava vivo. Eu ainda não parei de chorar. “

Demorou cerca de três longas horas para localizar a criança, a qual havia terminado em Boston. Um detalhe intrigante, é que o menino que foi para Nova York esteva com o passaporte do filho de Maribel Martinez, o que pode ter sido a causa do mal entendido.

Como “compensação” pelo transtorno, a JetBlue deu à mãe da criança, Maribel Martinez, o reembolso do aéreo assim como US$ 2.100, mas ela disse que o próximo voo do menino seria com seu pai, e pela Delta.

Cinco anos é a idade mínima  permitida para menores não acompanhados, por política da JetBlue . A companhia aérea cobra uma taxa extra de US$100 para os menores não acompanhados, além do limite de apenas 3 crianças na mesma situação por voo.

Um porta-voz da JetBlue disse ao Daily News a companhia está revendo o incidente para garantir que ele não volte a acontecer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui