Homem que tentou fazer yoga em avião é condenado a multa de R$ 140 mil

0
207

A yoga, técnica milenar para aliviar o estresse, tensão etc, surtiu efeito contrário em um passageiro sem noção de um voo da United Airlines.

Um homem sul-coreano, chamado Hyongtae Pae, foi condenado a pagar bagatela equivalente a R$ 140 mil de multa por haver interrompido um voo da cia. aérea entre o Havaí e o Japão no último mês de março.

Na época, após o avião decolar da cidade de Honolulu com destino a Tóquio, ele saiu de seu assento e foi até o fundo da aeronave para realizar uma sessão de yoga e meditar.

Então começou a confusão a bordo, os comissários impediram a ação, dizendo que aquilo era inapropriado para um voo, e o homem, que tem mais de 70 anos, reagiu de maneira agressiva: ele teria xingado os profissionais da United Airlines e ameaçado alguns passageiros de morte.

O praticante de yoga também teria empurrado sua esposa, com quem tinha viajado ao Havaí para celebrar 40 anos de casamento e que estava tentando acalmá-lo, e mordido dois homens que quiseram detê-lo.

A confusão foi tão grande que o piloto teve que dar meia-volta e retornar ao aeroporto de Honolulu. Assim que a aeronave pousou na cidade norte-americana, o sul-coreano foi preso.

Nesta semana, um juiz do Havaí deu a sentença: ele terá que pagar cerca de US$ 44 mil para compensar os prejuízos causados pela interrupção do voo da United Airlines.

A pergunta que não quer calar: Pra quê serviram tantos anos de prática de yoga?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui