Paris, Rio de Janeiro e Miami são os destinos mais buscados pelos paulistas

Plataforma de tendências KAYAK Trends aponta as preferências dos viajantes e tendências de preços

18
Publicidade

Quem planeja as próximas férias têm muitas dúvidas: para onde ir, como economizar, quando fazer as reservas… Por isso o KAYAK (www.kayak.com.br) –  ferramenta de busca de viagens líder no mundo – criou o Travel Trends,  uma plataforma online que, baseada nas mais de 2 bilhões de buscas realizadas anualmente pelo site e pelo aplicativo, apresenta tendências de viagens do mundo todo, como destinos preferidos e expectativa de preços.

“O KAYAK não é apenas uma empresa de viagens, mas uma marca de tecnologia que sempre procura desenvolver soluções inovadoras com um único objetivo: ser a principal ferramenta de planejamento de viagens, desde a escolha do destino até a busca pelo melhor preço”, explica Eduardo Fleury, country manager do KAYAK no Brasil. “O Travel Trends traduz esse conceito porque identifica tendências e insights que facilitam o planejamento dos viajantes – partindo de São Paulo ou qualquer outra cidade do país”.

Partindo de São Paulo, qual o destino mais buscado?

Segundo o Travel Trends, os paulistas querem ir passar as férias na cidade-luz. Paris foi a cidade mais buscada para viagens no mês de julho de 2017, com partida da capital paulista. O segundo destino mais buscado foi o Rio de Janeiro, mas em terceiro outro destino internacional: Miami.

Em 2016, a lista era diferente: em julho o destino mais buscado foi Rio de Janeiro, seguido de Nova York (7º mais buscado em 2017), enquanto Paris nem figurou nas 10 mais buscadas. Destinos já bem conhecidos como “queridinhos” dos paulistas como Miami e Orlando caíram na preferência: o primeiro de 1º para 3º mais buscado e o segundo de 4º lugar para apenas 8º na lista final. A outra novidade na lista desse ano é Santiago do Chile, 10ª cidade mais buscada.

DESTINOS MAIS POPULARES PARTINDO DE SAO (VOOS)
JULHO – 2016 JULHO – 2017
1.               Miami 1.         Paris
2.               Rio de Janeiro 2.         Rio de Janeiro
3.               Nova York 3.         Miami
4.               Orlando 4.         Recife
5.               Fortaleza 5.         Fortaleza
6.               Salvador 6.         Salvador
7.               Madri 7.         Nova York
8.               Recife 8.         Orlando
9.               Buenos Aires 9.         Lisboa
10.            Lisboa 10.      Santiago

 

O melhor momento para realizar a viagem dos sonhos

Para quem deseja viajar ainda esse ano, o mês de novembro reserva boas surpresas com relação a preços. Levando em conta as preferências mais atuais (Julho 2017), mapeamos qual mês (entre setembro e dezembro deste ano) apresenta o melhor custo-benefício para voos partindo de São Paulo.

Para a queridinha da vez, Paris, enquanto dezembro é o melhor mês com preço médio de R$2020, outubro não parece ser uma boa opção, com valor de R$2911. Já para Miami, os valores são baixos em novembro (R$2488) enquanto que em dezembro, alta temporada de férias, o valor médio é de R$3258.

EXPECTATIVA DE PREÇOS PARTINDO DE SAO (VOOS)
DESTINOS MAIS POPULARES MELHOR MÊS PREÇO MÉDIO DA PASSAGEM AÉREA
Paris Dezembro R$ 2020
Rio de Janeiro Novembro R$ 296
Miami Novembro R$ 2488
Recife Outubro R$ 706
Fortaleza Novembro R$ 802

E os cariocas?

E quem parte do Rio de Janeiro, procura qual destino? Segundo o KAYAK Trends as diferenças entre paulistas e cariocas são muitas: além dos cariocas estarem mais interessados em Portugal – Lisboa foi a 4ª cidade mais buscada, justamente São Paulo aparece no topo da lista. Mas a preferida dos paulistas, a capital francesa aparece já em 2º lugar no Rio de Janeiro, seguida de Orlando.

Compare os 10 destinos mais buscados partindo das duas maiores cidades brasileiras, no mês de julho de 2017.

DESTINOS MAIS POPULARES
VOOS PARTINDO DE SÃO PAULO VOOS PARTINDO DO RIO DE JANEIRO
1.         Paris 1.         São Paulo
2.         Rio de Janeiro 2.         Paris
3.         Miami 3.         Orlando
4.         Recife 4.         Lisboa
5.         Fortaleza 5.         Fortaleza
6.         Salvador 6.         Nova York
7.         Nova York 7.         Miami
8.         Orlando 8.         João Pessoa
9.         Lisboa 9.         Recife
10.      Santiago 10.      Buenos Aires

 

Metodologia (https://www.kayak.com.br/trends):

Dados coletados em setembro de 2017

Destinos mais populares:

Voos: os dados são baseados em buscas de voos feitas no KAYAK, partindo do aeroporto de origem selecionado e para quaisquer datas de viagem no respectivo mês da busca. Hotéis e carros: os dados são baseados em buscas de hotéis e carros feitas no KAYAK, da cidade de origem selecionada e para quaisquer datas de viagem no respectivo mês da busca.

Busca por destinos ao longo do tempo:

Voos, hotéis e carros: os dados são baseados em buscas de voos, hotéis e carros feitas no KAYAK, para a cidade de destino selecionada no respectivo mês da busca.

Destinos em alta e em baixa:

Voos, hotéis e carros: os dados são baseados em buscas de voos, hotéis e carros feitas no KAYAK para o mês de busca selecionado, mostrando o aumento ou diminuição em buscas em comparação com o mesmo mês de busca no ano anterior.

Preços esperados:

Voos: os dados são baseados em buscas e cliques de voos feitos no KAYAK, partindo do aeroporto de origem selecionado para a cidade de destino selecionada e o respectivo mês de viagem. Hotéis e carros: os dados são baseados em buscas e cliques de hotéis e carros feitos no KAYAK, para a cidade de destino selecionada e o respectivo mês de viagem. Os preços estão sujeitos a alterações e podem variar ou não estar mais disponíveis.

Ganhadores ou perdedores nos preços:

Voos: os dados são baseados em buscas e cliques de voos feitos no KAYAK, partindo do aeroporto de origem selecionado para a cidade de destino selecionada e o respectivo mês de viagem, e comparando com o mesmo mês do ano anterior. Hotéis e carros: os dados são baseados em buscas e cliques de hotéis e carros feitos no KAYAK, para a cidade de destino selecionada e o respectivo mês de viagem, e comparando com o mesmo mês do ano anterior. Os preços estão sujeitos a alterações e podem variar ou não estar mais disponíveis. As economias não são garantidas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO