CEO do Grupo Globalia cumpre agenda de negócios na América do Sul

Executivo da maior rede de turismo da Espanha, incluindo a companhia aérea Air Europa, avalia plano de desenvolvimento na região: a expectativa é que, até o final deste ano, a rota Recife-Madri-Recife esteja em operação

46
Publicidade

Em encontro que reuniu, na manhã de hoje (8), em São Paulo, cerca de 100 pessoas, entre representantes de consolidadores, operadores, segmento MICE e OTAs, Javier Hidalgo, CEO do Grupo Globalia, falou sobre a importância do mercado brasileiro e do trade para a companhia. “Temos um plano de desenvolvimento muito importante para os próximos anos e a participação do trade é fundamental”, disse o executivo do mais importante grupo turístico da Espanha.

A agenda em São Paulo integra uma série de visitas pelo Brasil – o executivo esteve, na semana passada, em Recife (PE), quando se encontrou com o governador do Estado, Paulo Câmara, e com o prefeito Geraldo Júlio, além do Secretário de Turismo, Felipe Carreras – e por outros países das Américas, incluindo Bolívia, Peru, Equador, Costa Rica, Nicarágua, México e República Dominicana. “Nosso desafio é voltar com uma estratégia clara para cada país, unindo lideranças políticas, empresários e nossos produtos para crescer nossa presença como grupo em cada um destes mercados”, destacou.

Ao lado de Javier Hidalgo, participaram do encontro executivos como Enrique Martín-Ambrosio, diretor-geral Brasil e Expansão América Latina, Richard Clark, sub-diretor Geral da Air Europa, e Lisandro Menu-Marque, diretor de Desenvolvimento Internacional da Globalia, que falou sobre os planos de curto e médio prazos para o Brasil. “Sabemos que o Nordeste brasileiro tem um grande potencial turístico para a Europa. Estamos estudando com muita seriedade, nas próximas semanas, formas de viabilizar, como grupo, nossa presença no Recife”, disse Lisandro Menu-Marque, ao afirmar que uma rota que conecte Recife-Madri-Recife pode ser o começo de uma nova fase de investimentos e desenvolvimento do Grupo no Brasil. “Mas é importante entender que, neste ciclo, além das rotas operadas pela Air Europa, temos que considerar novas oportunidades para atuar na hotelaria, na indústria de serviços e até em aeroportos”, diz. A expectativa é que até o final deste ano a rota Recife-Madri-Recife já esteja em operação.

Hoje, com faturamento de € 4 bilhões, presente em mais de 30 países na América do Sul, América do Norte, África e Europa, mais de 25 mil funcionários e mais de 13,8 milhões de clientes, o Grupo Globalia é integrado por 16 empresas no segmento de turismo, incluindo a Air Europa, Travelplan Internacional, Welcomebeds e Welcome Incoming Services, que atuam no mercado brasileiro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO